domingo, 9 de dezembro de 2007

Regressar à Tona


Por dias senti-me perdida, apagada, cinzenta.
Tudo isso se deve à indiferença com que a vida passava por mim sem me perguntar para onde queria ir. Em vez de tudo isso, levava-me, ao sabor do vento.
Mas com esse vento agreste, frio, de sons agudamente desagradáveis, senti-me enredada numa teia da qual eu queria sair. Mas quanto mais esbracejante, mais presa. Na dúvida de que alguma vez poderia voltar. Como parti.
Para me proteger do vento mergulhei. Tão fundo que pensei não me encontrar mais.
No casulo aquático das profundezas da imensidade do mar reflecti.
Percebi que não devo esperar que a vida traga o vento.
Tenho de pedir e impor-lhe.
Na vontade de ser e de viver.
Regressei à tona, respirei tudo aquilo que os pulmões tinham perdido. Todos os cheiros. Todas as cores.
Estou preparada.

3 comentários:

Black CatDog disse...

Eu também.

medusasss disse...

Força Cat in Black!
(e muita inspiração) :)

paula disse...

Cat in Black,
Depois da tempestade vem sempre a bonança! Acredita.
;)